Se não visualizar esta página corretamente,

clique aqui Fechar este aviso

Vida às fatias

Silêncio

Tinha pensado começar a semana com uma brincadeira sobre os meus últimos dias. Aliás, tenho andado a escrever entradas para o blog, na minha cabeça, na esperança de que quando me conseguisse sentar um pouco, os enfiasse aqui de seguida.

Mas a verdade, é que a piada de ontem perdeu o brilho à luz deste luto que se faz sentir por todo o lado. Não faz sentido, não para já, começar a despejar as coisas mundanas, quando tragédias destas se abatem sobre o Homem.

Sei que, mais dia, menos dia retornaremos às nossas rotinas, a queixarmo-nos do infinitamente pequeno, numa perda de perspectiva face ao que é realmente importante. Voltaremos a rir das piadas tolas, a chorar com as palavras emocionadas da ficção da vida alheia, a vibrar com músicas alegres.

Mas hoje ainda não. Hoje há que reflectir sobre o que aconteceu, ajudar onde pudermos e ficarmos, só mais um bocadinho, em silêncio.